Resenha #21 – O Oráculo Oculto – As Provações de Apolo #1 (Rick Riordan)

O Oráculo Oculto

Título: O Oráculo Oculto (As Provações de Apolo #1)
Páginas: 320
Ano: 2016
Editora: Intrínseca
Autor: Rick Riordan

Sinopse:

Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus. O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão. Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.

Anúncios

Resenha

Apolo, o deus do Sol e da música, por conta de um castigo de seu pai, Zeus, agora precisa saber viver como um ser humano, sem divindade alguma e poderes. Com o nome de Lester Papadopoulos, aos 16 anos, tem o dever de mostrar ao pai que está arrependido de suas escolhas e merece o cargo no Olimpo. Já é a terceira vez que ele passa por isso, mas nessa em específico ele necessita de algumas provações para voltar a ser o que era. É assim, então, que ele conhece Meg McCaffrey, uma menina “esquisita”, como ele diz, que tem 12 anos e mora em Nova York. Eles se encontram quando a garota aparece em um beco onde ele está, dentro de uma lata de lixo, após sofrer com ameaças de dois garotos enviados pelo “Chefe”, até então desconhecido.

Deuses, monstros, titãs… eles são sempre perigosos. Mas a maior ameaça aos semideuses sempre foram outros semideuses.

Lester, ou Apolo, não se lembra de muita coisa do que aconteceu antes de cair na caçamba. E muito menos consegue se entender em seu novo corpo e novas habilidades – ou a falta delas. Meg, dessa forma, tem a missão de auxiliá-lo nas aventuras que ele terá que passar, já que, agora, ela é a sua nova mestre. Isso quer dizer, assim, que Lester tem que prestar serviços para a “gorducha”. Ainda não se sabe por quanto tempo irá durar as provações e nem quais são todas elas. Entretanto, entende-se que elas têm a ver com os oráculos, que são cinco ao todo e que pararam de funcionar de repente. Rachel Dare, a pítia (sacerdotisa) de Apolo, que coordena o Oráculo de Delfos, não está conseguindo fornecer as profecias – que são primordiais para os cumprimentos das missões dos semideuses.

Nada é mais trágico do que amar uma pessoa até as profundezas da sua alma sabendo que ela não pode e não vai amar você, nunca.

A partir daí, eles iniciam a jornada para conseguir recuperar todos os oráculos e fazer com que as profecias consigam ser proferidas – uma vez que elas modelam o futuro e permitem que ele aconteça -, bem como o cumprimento das provações para Lester virar Apolo novamente. Além disso, a comunicação dos semideuses está sem funcionar direito, ou seja, eles não conseguem entrar em contato uns com os outros e poucas pessoas estão chegando ao Acampamento Meio-Sangue. E mais: alguns campistas estão simplesmente sumindo após entrarem na floresta que cerca o local. É aí que se confabula sobre o Bosque de Dodona, um outro oráculo. Mais antigo que o de Delfos, ele abriga árvores falantes, que são sagradas. Atualmente, elas estão tentando dizer as profecias, atraindo os semideuses com suas vozes.

As coisas nem sempre precisam terminar da mesma maneira, Apolo. Essa é a parte boa de ser humano. Nós só temos uma vida, mas podemos escolher que tipo de história queremos ter.

Nesse sentido, Lester Papadopoulos, com a ajuda da semideusa Meg, tem o objetivo de conseguir, de alguma forma, chegar ao oráculo oculto, a fim de libertar os semideuses perdidos e conseguir cumprir uma das provações. E, claro, não podemos esquecer que ele terá de fazer isso tudo sem trapacear ou ter os poderes que antigamente resolviam seus problemas, como a habilidade com o arco e flecha. Afinal, só assim Apolo conseguirá a aprovação de Zeus e poderá voltar ao Olimpo. Porém, não será fácil e nem rápido. Os obstáculos no caminho do deus são reais e envolvem muito mais do que só ele. Afetar outros indivíduos é inevitável, mas necessário para se conseguir finalizar a etapa.

Opinião

O primeiro volume de Provações de Apolo foi tudo e mais um pouco. Amei conhecer os novos semideuses, como a Meg, e ter o retorno de alguns personagens queridinhos, como a Rachel e o meu bem mais precioso Percy Jackson. O Apolo, ou Lester, melhor dizendo, é totalmente pirado. Ele e a Meg formam uma dupla e tanto, o que foi bem legal de se ver. Outro ponto importante e essencial que me fez criar uma identificação com o deus é que ele começou a mudar, realmente. Começou a se importar, de fato, com os outros e não só com ele. Deixou de ser um tanto quanto egocêntrico.

Além de ter essa outra visão de Apolo, definitivamente mais humano, mais carinhoso e preocupado com as pessoas à sua volta, foi bem interessante estar de volta ao Acampamento Meio-Sangue. Tio Rick arrasou na construção do enredo, que tem algumas cenas eletrizantes e que te fazem ficar querendo sempre mais, sabe? Mais um livro fantástico e o início perfeito para uma saga que tem tudo para ser mais um sucesso na carreira do autor, sem sombra de dúvidas. Não tem como dar outra nota que não 5,0 e um coraçãozinho, não é mesmo? Então, toma aí! ❤

Avaliação

Avaliação: 5 de 5.

+ 💜

Compre o livro na Amazon!


Gosta das nossas postagens? Então, ajude-nos a manter o site no ar. Você pode contribuir com qualquer valor!

Doe

Compre nosso livro na Amazon!

Jogando com o Acaso

Anúncios

Escrito por

É nascida e criada no Rio de Janeiro, tem 24 anos e é formada em Jornalismo. Atualmente, trabalha como redatora de conteúdo e revisora de textos. Ama os animais, música, mídias sociais e escrita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s